sábado, 2 de setembro de 2017

Ensinando os pequeninos!!!

Olá... tempos que não escrevo por aqui!!!

Mas "tô" sempre compartilhando alguma coisa lá no meu Facebook. Se você não curtiu, clica aqui e segue lá o Page do BLOG DO LARX...

Fui convidado pelas Professoras Renata Camargo (Séries Iniciais) e Anaquel Fonseca (Arte, e minha Primeira Dama) para dar uma aulinha para duas turminhas de primeiro ano da séries iniciais da Escola Professora Francisca Borba, em Balneário Piçarras - SC.

Topei o desafio e no dia 25/08/17 estive por lá, falando e mostrando sobre os Animais Terrestres e Aquáticos, utilizando de alguns animais conservados em álcool para fins didáticos.

Acredito que uma grande mudança no Planeta pode ocorrer, se começarmos lá na Base, no pequenos, pois quanto antes eles conhecerem a nossa fauna, mais facilmente eles respeitarão e vão auxiliar na proteção destes Seres.

Bate papo sobre a fauna terrestre, mostrando um morcego e sua importância para o ecossistema

Umas das coisas que procurei mostrar foram os animais potencialmente peçonhentos, como reconhece-los e o que fazer caso os encontrem. A gurizada "pirou"... A Ideia era apenas mostrar uma cobra d'água, mas a gurizada não resistiu e quiz pegar na mão (selecionei a foto só alguns, mas todos quiseram pegar).


Os corajosos quiseram pegar a cobra na mão...

Pra completar os animais terrestres, mostrei sobre aracnídeos, com a foto da caranguejeira e para a surpresa deles, tirei uma grande do vidro.



caranguejeira já os deixou com aracnofobia, kkkkkk...

Depois disto, começamos a falar sobre animais aquáticos, e para isto, nada melhor do que começar mostrando o que eles precisam para poder ver este ambiente (Máscara de Mergulho, Snorkel e Nadadeiras).

Futuro Mergulhador, kkkkk
E aí virou Zoeirinha, que faz parte do aprendizado com esta gurizada...



Depois do povo se sentir mergulhador, mostrei alguns animais marinhos, tais como moluscos, corais, estrelas e ouriços do mar, entre tantos outros...


 

 


 





Pelo Jeito a Gurizada gostou bastante, espero que tanto quanto eu e que guardem para a vida um pouco do pude ensinar neste dia para eles. Para me retribuir, foram muito carinhosos, com um "montinho", veja o vídeo abaixo. (KKKKK, sim, sou eu ali embaixo)


Gostaria de agradecer o convite e dizer que estou ansioso, pois segundo o relato das professoras, os desenhos e o texto coletivo que escreveram ficou TOP. Aguardo recebê-los e postarei os melhores aqui...

PS: Atualizando... Esqueci que fiz timelapse das 2 turmas. Só clicar aqui e aqui para ver...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Queimaduras de Águas-Vivas, como agir?

UTILIDADE PÚBLICA!

Você que está no Litoral de SC, só este final de semana foram 6665 casos no Estado.

Cuidado no Mar com as águas-vivas.


Se você entrar em contato com águas-vivas, a orientação do Corpo de Bombeiros é que a vítima não esfregue o local nem lave com água doce, para evitar a liberação de mais toxinas. 

O ideal é buscar por um posto de guarda-vidas para atendimento. Caso esteja em um local sem posto por perto, a orientação é que acione o SAMU, 192, ou o Corpo de Bombeiros, 193. 

Aplicar vinagre no local ajuda a neutralizar a toxina, mas é importante buscar atendimento especializado, principalmente em caso de sintomas como vômito, náusea, taquicardia e enjoos. 

Mais detalhes:

* Sair do mar e procurar local adequado para o procedimento. Se possível a sombra;
* Não remover os tentáculos;
* Não lavar com água doce, ajuda a espalhar os nematocistos, por osmose, ainda não inoculados;
* Aplicar vinagre, de preferência sem corante, a base de álcool, pois o corante pode causar irritação em pele sensíveis (Não aplicar o vinagre nos olhos, mucosas ou genitais);
* Evitar de pegar sol, após o procedimento. O vinagre em contato com sol pode manchar a pele;
* Observar quaisquer sintomas de que possam desencadear ou ser indicativos o choque anafilático: tontura, vômitos, cefaleia (dor de cabeça), síncope (desmaio), dificuldade respiratória. Em caso positivo de algum dos sinais e sintomas descritos procurar atendimento médico imediatamente,
* Redobrar a atenção em queimaduras que cobrem grande parte do corpo ou funções vitais (cabeça e tórax) e principalmente indivíduos alérgicos. Nestes casos, procurar atendimento médico imediatamente;
* Lavar com água doce, após somente 2 horas;

As águas-vivas são animais marinhos cobertos por células que injetam toxinas em contato com a pele das pessoas. O veneno, uma neurotoxina desenvolvida para paralisar a presa, não é fatal aos seres humanos, mas provoca dores, fisgadas, irritações na pele, câimbras e sensação de queimadura.

A elevação na concentração de águas-vivas costuma acontecer em uma praia ou conjunto de praias e pode estar associada ao aumento da temperatura da água do mar ou ter influência do vento e das correntes marítimas.

Curta suas férias, curta a praia, mas cuidado, esta queimadura machuca bastante (eu sei bem o que digo)...