quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Onicofagia - O Hábito de Roer unhas



Roer as unhas (Onicofagia) é um mau hábito provocado pelo nervosismo que se manifesta em 9 entre 10 ansiosos e pode se tornar um comportamento compulsivo.

um péssimo hábito

As unhas são formadas por queratina, que é uma proteína endurecida e serve principalmente para proteger as pontas dos nossos dedos. Também serve para facilitar a manipulação de objetos menores (uma agulha de costura por exemplo).

Já pensou segurar uma agulha com unhas assim?!?!

Quando roemos as unhas estamos tirando a proteção das pontas dos dedos deixando-as abertas para infecções. A pele ao redor das unhas geralmente fica irritada e pode facilmente inflamar e infeccionar, pela entrada de microorganismos (vírus, bactérias e fungos). Muitos destes microorganismos vão parar na nossa boca pegando uma carona para dentro do nosso corpo. Mas isto é só um detalhe!

Dando uma carona para os germes até a boca!

Além de roer as unhas, muitas pessoas acabam por engolir os pedaços retirados. Quem engole a unha pode ter pequenas lesões no estômago ou no intestino e as bactérias podem causar infecções na garganta e estômago, por exemplo. Dentistas dizem que quem rói unha desde pequeno pode provocar o afastamento dos dentes incisivos e a força colocada pode abalar as raízes dos dentes, sem falar na gengivite causada pela entrada de germes na boca, como já dito.

Problemas por Microorganismos

O tratamento da onicofagia requer acompanhamento psicológico, pois a maioria das causas é principalmente a ansiedade, sendo que roer a unha é o método para aliviar essa ansiedade. 

De acordo com estudos, 60% das crianças roem unhas, mas a maioria larga na adolescência. Para o adulto que carrega o hábito desde pequeno, é muito complicado parar. Em casos graves de onicofagia, as unhas podem atrofiar e não nascerem mais!