segunda-feira, 13 de junho de 2011

Reserva Biológica Marinha do Arvoredo

A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo é uma Unidade de Conservação de proteção integral que visa proteger uma parte importante do patrimônio natural da costa catarinense. Possui 17.600 ha e foi criada pelo decreto n.º: 99.142 de 12.03.1990. É constituída pelas ilhas de Galés, Arvoredo e Deserta e pelo Calhau de São Pedro. Encontra-se no litoral do estado brasileiro de Santa Catarina, a oeste da baía de Zimbros em Bombinhas e ao norte da Ilha de Santa Catarina, onde está situada parte do município de Florianópolis.
Mapa da Reserva do Arvoredo

As ilhas que compõem a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo foram um destino tradicional de mergulho recreativo no sul do Brasil desde a década de 1980. A partir de 2000, a Reserva foi fechada para o mergulho recreativo por determinação da Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) e as operadoras de mergulho passaram a restringir sua atuação ao sul da Ilha do Arvoredo, que não faz parte da Reserva Biológica. Existem saídas regulares de operadoras de mergulho partindo de Florianópolis e Bombinhas.

A principal estrela do arquipélago é a Ilha do Arvoredo, local que encanta mergulhadores de todos os níveis. Assim como as outras ilhas, Arvoredo tem acesso controlado pelo IBAMA, sendo limitado no número de pessoas por dia que podem desfrutar da rica fauna marinha favorecida pelo encontro das correntes do Brasil e das Malvinas, com visibilidade de até 25 metros de profundidade.

Ilhas protegidas

Na Ilha da Galé, a mais próxima da costa (sete quilômetros), os aventureiros encontram um atrativo a mais: o rebocador Lili, naufragado em 1958.

Entre as espécies que habitam a região, moréias, garoupas, meros, cardumes de sardinhas e lulas. O percurso até o local dura cerca de duas horas e quase sempre é acompanhado por aves como atobás, fragatas, andorinhas-do-mar.

Saiba mais clicando aqui.